logo_rodrigo

Rodrigo Lopes é carioca e atua no Mercado desde 1987. Tem seu próprio estúdio desde 1990 e desenvolve trabalhos em diversas áreas: editorial, publicidade, capas de discos e livros, documentação fotográfica e arquivo de imagem.
Como professor, começou desenvolvendo e ministrando o curso “Noções básicas de estúdio” na FotoRiografia. A seguir ministrou este mesmo curso no Projeto Foto In Cena. Apresentado à PUC-Rio por um de seus ex-alunos foi contratado como Professor do Departamento de Artes e Design onde lecionou a eletiva Fotografia I ao longo de 15 anos.

Entre os trabalhos recentes estão as campanhas para Rota do Mar, Cia Fashion, Galpão Jeans, Graf Brasil, Ferrati, Mercatto, Patrícia Nascimento, Maresia, Mississipi, Sanny Lingerie, Hermes (venda por catálogo, onde há mais de 12 anos fotografa diversas linhas, como feminino, lingerie, cosméticos e bijuterias) entre outras marcas renomadas.
Trabalho Editorial para revistas da Editora Abril (Playboy, Nova, Máxima), Editora Escala ( Moldes e Cia), Editora Online (Moda Moldes, Figurino Noivas).
A parceria com o Designer Felipe Taborda rendeu, ao longo destes 28 anos de atuação, importantes trabalhos como as dezenas de cartazes culturais (O Globo em Movimento, Ver Ciência entre outros), capas do livros, capas para a Industria Fonográfica (Lulu Santos, Barão Vermelho, Tim Maia, Tom Jobim, Chico Buarque, Carlinhos Vergueiro, Yamandu Costa, entre outros)Em 2007, em um grande projeto, fotografou parte da obra em acervo de Artur Bispo do Rosário resultando no livro mais completo editado sobre o trabalho do artista.

Participou também de três edições do Projeto a Imagem do Som: Dorival Caymi (2005), MPB (2006) e Samba (2007).

Em 2005 participou da exposição comemorativa dos 25 anos do Shopping Rio Sul com o Designer Hans Donner.

Em 1999 participou de uma exposição coletiva no ateliê Arte Sumária, com o trabalho intitulado “Ossos”, uma série de nus que em sua forma sugeriam ossos, parte de um trabalho pessoal onde o nu é explorado como transformação do humano em forma pura e desconstruída.

Em 1998 foi finalista do Prêmio Esso de jornalismo em parceria com o designer carioca Felipe Taborda com uma foto para o jornal O GLOBO em comemoração aos 30 anos do evento de maio de 68. Também em parceria com Felipe Taborda foi selecionado para o Colorado International Invitational Poster Exibition e tem um cartaz publicado no livro Graphic Designers for the 21st Century (2004).

Em 1996 participou de uma coletiva organizada pela ABRAFOTO e pelo Barrashopping denominada Talentos do Rio. As fotos foram leiloadas e a renda revertida para a Sociedade Viva Cazuza.

Na área de cinema, fez a foto para o cartaz do filme “Pequeno Dicionário Amoroso” de Sandra Werneck, para o filme “A Cartomante” de Wagner de Assis e Pablo Uranga e também fotos do cartaz do Filme “Achados e Perdidos” de José Jofilly. No teatro fez as fotos de montagens de O Avarento“ (com Tonico Pereira e grande elenco), “A Atriz” (com Betty Faria e grande elenco) e também para a montagem de “Foi vc quem pediu pra eu contar a minha história” (com Fernanda Vasconcellos, Bianca Castanho, Karla Tenório e Talita Castro, direção de Guilherme Piva).

Rodrigo possui também trabalhos pessoais de expressão como seu acervo de pés femininos, paixão que já se estende por mais de 20 anos expressos em diversas fases de documentação fotográfica. Essa fascinação por pés já rendeu matérias no Fantástico, programa Márcia Peltier e Armazém 41 do canal GNT. Possui também uma coleção de Polaroides, outra grande paixão, sobre os mais diversos temas. Recentemente iniciou um trabalho inspirado na linguagem expressionista das imagens de Paolo Roversi, Sarah Moon e David Hamilton, este último o marco zero do interesse de Rodrigo pela fotografia.