Maio de 68

Essa foto que vocês veem acima foi feita em 1998, especialmente para comemorar os 30 anos de “Maio de 68”. Para que não viveu essa época, a data marca uma revolução que transformou a política e o comportamento na segunda metade do século XX, no Ocidente.

A foto foi fruto de mais uma parceria com Felipe Taborda! Precisávamos de uma imagem forte para simbolizar toda a efervescência, repressão e revolta daqueles tempos. Então, Felipe me trouxe a imagem de um coquetel molotov, que resumia todo esse conteúdo.

Saímos em busca de uma garrafa de formato simples, mas que de alguma maneira nos lembrasse as garrafas usadas na época. Depois de um pouco de pesquisa, consegui encontrar, no Centro, um velho depósito de garrafas. Lá, achei a que precisava – e mais algumas que comprei para acervo pessoal, inclusive uma garrafa de leite dos anos 60!

A produção das fotos foi relativamente simples. Precisava de uma imagem em fundo branco, que mostrasse a transparência do líquido dentro da garrafa (usamos gasolina mesmo!), e de um farrapo de pano de chão. A foto foi feita em cromo 6×7 e foi capa de um caderno especial do “O Globo”.

Tempos depois, Felipe me dá a bela notícia: tínhamos sido indicados ao Prêmio Esso de Jornalismo e éramos finalistas na categoria “melhor capa de caderno especial”! Na noite do prêmio choveu uma barbaridade e apesar de cheio, o auditório do Copacabana Palace não estava lotado.

Antes de começar a cerimônia, como de costume, a Esso sortearia a um felizardo 2 passagens Rio-NY-Rio. Todos tínhamos recebidos números na entrada para participar do sorteio. O primeiro número foi sorteado e ninguém se apresentou. Um segundo número foi sorteado e ninguém novamente. O terceiro número era o meu! Pela primeira vez na vida tinha ganho algum tipo de prêmio!

Não ganhamos o prêmio Esso, mas pude me consolar em NY…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *